Na última sexta-feira (28), o presidente do Sindicato das Indústrias, Metalúrgicas, Mecânicas e Material Elétrico de Florianópolis (SIMMMEF), Conrado Coelho Costa Filho, e o diretor de expansão do SIMMMEF, Fernandes Andretta, participaram da palestra do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, que aconteceu na sede da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), em Florianópolis. Essa foi a terceira vez que Mourão esteve no estado catarinense. O encontro marcou o início das comemorações dos 70 anos de fundação da FIESC.

A palestra do vice-presidente da República mostrou que os pontos focais do governo para retomar o crescimento econômico são o equilíbrio fiscal, o aumento da produtividade, segurança pública e cidadania. Segundo o presidente do SIMMMEF, a mensagem foi “uma abordagem clara, concisa e pragmática sobre o futuro do Brasil: uma Democracia Liberal”.

Hamilton Mourão recebeu demandas para melhorias em infraestrutura em Santa Catarina. O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, pediu apoio ao vice-presidente para projetos de adequação da capacidade da BR 163, duplicação das BRs 470 e BR 280, além da elaboração dos projetos das ferrovias leste oeste e litorânea.

Segundo o presidente da FIESC, nos últimos 10 anos, foram entregues apenas 14,5 quilômetros das obras de ampliação de capacidade e duplicação das rodovias federais estratégicas para o Estado. “Hoje já movimentamos cerca de 20% de toda a carga de contêiner do Brasil. Somos a segunda plataforma mais importante e podemos ser a primeira se houver uma melhoria na nossa infraestrutura. Temos cinco portos com excelente desempenho, inclusive com excelente eficiência de operação, o que nos dá uma vantagem competitiva significativa. Mas temos desafios e gostaríamos do seu apoio para poder vencê-los”, solicitou Aguiar.  

O vice-presidente da República lembrou o déficit fiscal brasileiro e apontou como possível solução para o impasse o modelo de concessões. De acordo com ele, com o orçamento atual, não há condições de investir o necessário em infraestrutura. Por isso, é preciso buscar recursos no setor privado. “Eu sei que a BR-101 é prioridade do ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura). Então a concessão da BR-101 (trecho sul) pode abrir o espaço que hoje está bloqueado para a União investir recurso e colocar em outros lugares”, destacou. 

 

                                   

O SETOR

Clique para conhecer as principais informações e tenha acesso aos indicadores do seu setor.

NOTÍCIAS

Acompanhe nossas publicações e obtenha as melhores informações para fortalecer a sua indústria.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba no seu e-mail ou celular nossa newsletter!

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização


Rua Thiago da Fonseca, 44 - Capoeiras ⁞ Florianópolis/SC ⁞ CEP: 88085 - 100 ⁞ Telefone: (48) 99862-0454 / (48) 98406-5424